“Enquanto a sociedade feliz não chega, que haja pelo menos fragmentos de um futuro em que a alegria é servida como sacramento, para que as crianças aprendam que o mundo pode ser diferente. Que a escola, ela mesma, seja um fragmento do futuro...” (Rubem Alves)





.

O retrato de Dorian Gray


O Retrato de Dorian Gray (no original em inglês, The Picture of Dorian Gray) é um romance publicado por Oscar Wilde, considerado um dos grandes escritores irlandeses do século XIX.

Enredo
Tudo começa quando um pintor chamado Basil Hallward recebe a visita de um amigo seu chamado Lorde Henry Wotton, e comenta sobre a impressionante beleza de seu modelo, um jovem chamado Dorian Gray. Lorde Henry conhece Doryan durante a pintura de um quadro, e também se impressiona com sua beleza. Henry fala para o rapaz que é uma pena uma pessoa tão bela ter que envelhecer um dia, atiçando assim desejos novos no coração do jovem Dorian. Quando o quadro termina todos ficam impressionados pela perfeição da obra que pode retratar toda a beleza de Doryan Gray. Ao ver o quadro o Jovem sente inveja e se estabelece o conflito da trama com as seguintes palavras do modelo :

“...mas este retrato se conservará eternamente jovem. Nele nunca serei mais idoso do que neste dia de junho... Se fosse o contrário! Se eu pudesse ser sempre moço, se o quadro envelhecesse!... Por isso, por esse milagre, eu daria tudo! Sim, não há nada no mundo que eu não estivesse pronto a dar em troca. Daria até a minha alma...”(pag. 36)

Dorian passa a se envolver cada vez mais em sua amizade com Lorde Henry. Com o Tempo Doryan se apaixona por uma atriz chamada Sibyl Vane, ele se empolga muito com a moça falando dela com muita paixão para seus amigos. Sibyl fala para seu irmão do seu amor por Doryan, e o seu irmão promete que se Doryan causar algum sofrimento para Sibyl irá matá-lo.
Influenciado por Lorde Henry, Dorian despreza Sibyl. Desesperada ela se mata. Dorian descobre que o quadro pintado anteriormente muda um pouco a fisionomia, percebendo assim que seu pedido havia sido atendido.
Passam-se dezoito anos e Doryan se entrega a maldades sem limites, levando para o mal caminho muitas moças e rapazes, contudo Doryan permanece com uma aparência jovem e bela enquanto a sua imagem no quadro fica cada vez mais horrível.
Um dia Basil visita Doryan que mostra para o amigo o segredo do quadro. Basil pede a Dorian que destrua o quadro e se converta ao Crsitianismo. Chega o clímax da obra quando Dorya Gray chega ao ápice de sua maldade, aproveita um momento de distração de Basil e crava uma faca em seu antigo amigo, matanto-o de forma cruel.
Passado esse acontecimento Doryan encotra o irmão de Sibyl que tenta matá-lo, mas consegue fugir. Passa então a sentir muito medo, que é aliviado quando Doryan decobre que seu algoz morre.
A trama tem o seu desfecho quando Doryan decide então deixar de viver de forma dissoluta e tenta destruir o quadro. Usa a mesma adaga que usou para matar Basil. Quando ele enfia a adaga no quadro é como se ele atravessasse com aquela adaga sua própria alma e cai morto. O quadro volta à sua imagem normal e Doryan se torna horrível sendo reconhecido apenas pelos anéis.

WILDE, Oscar. in O retrato de Dorian Gray.

Um comentário:

  1. Eu li o livro e achei muito interessante. Eu detestava o personagem Lord Henry, mas detestava mais ainda Dorian Grey por ser tão fraco espiritualmente, a ponto de se deixar guiar pelas idéias do influente e malévolo Lord Henry!
    Em suma,uma trama intrigante. O final de Dorian Grey foi bem merecido!

    ResponderExcluir