“Enquanto a sociedade feliz não chega, que haja pelo menos fragmentos de um futuro em que a alegria é servida como sacramento, para que as crianças aprendam que o mundo pode ser diferente. Que a escola, ela mesma, seja um fragmento do futuro...” (Rubem Alves)





.

Wish you were here

O tema do disco do Pink Floyd de 1975 é a ausência. A foto da capa, com o homem queimando, representa uma pessoa sendo consumida e deixando de existir.

A música que leva o nome do disco é uma das mais belas do Pink Floyd!
Vale a pena conferir:

video

Letra:

So,
So you think you can tell
Heaven from Hell,
Blue skies from pain
Can you tell a green field
From a cold steel rail?
A smile from a veil?
Do you think you can tell?


Did they get you to trade
Your heroes for ghosts?
Hot ashes for trees?
Hot air for a cool breeze?
Cold comfort for change?
Did you exchange
A walk on part in the war
For a lead role in a cage?


How I wish,
how I wish you were here
We're just two lost souls
Swimming in a fish bowl,
Year after year,
Running over the same old ground.
What have we found?
The same old fears
Wish you were here

(Roger Waters, David Guilmour)

Uma nova vida para Mateus

Texto: Mateus 9:9-12:



"E Jesus, passando adiante dali, viu assentado na recebedoria um homem, chamado Mateus, e disse-lhe: Segue-me. E ele, levantando-se, o seguiu.

E aconteceu que, estando ele em casa sentado à mesa, chegaram muitos publicanos e pecadores, e sentaram-se juntamente com Jesus e seus discípulos

E os fariseus, vendo isto, disseram aos seus discípulos: Por que come o vosso Mestre com os publicanos e pecadores?

Jesus, porém, ouvindo, disse-lhes: Não necessitam de médico os sãos, mas, sim, os doentes."


A história de Mateus é um grande exemplo de conversão e mostra como Deus pode dar uma vida nova para aqueles que querem segui-lo.
Quando a pessoa decide seguir o Senhor Jesus ela recebe uma vida nova, não importa quem você era no passado, o que importa é que Jesus te dá vida nova. A experiência da regeneração é algo que muda a vida da pessoa para sempre. Mas deve haver por parte da pessoa a decisão de querer viver para Deus, não mudar de religião simplesmente, mas se tornar um servo de Cristo


I-Abandonou tudo para seguir a Jesus.v.9
"E Jesus, passando adiante dali, viu assentado na recebedoria um homem, chamado Mateus, e disse-lhe: Segue-me. E ele, levantando-se, o seguiu"


Quando Jesus vai passando vê sentado na coletoria um homem chamado Mateus, então disse-lhe "segue-me”, na mesma hora o homem se levantou e o seguiu.

-Quem era Mateus?
 Nos dias de Jesus os Romanos impuseram pesados impostos para todo tipo de coisa. Mateus era membro de um grupo desprezadíssimo de funcionários públicos, ele era um publicano. Os judeus odiavam os publicanos, eles eram tidos como traidores por prestar serviço para os romanos. Além disso, muitos publicanos eram ladrões, cobravam o imposto mais caro do que o normal e ficavam com o dinheiro. Também por isso, Mateus era discriminado pela sociedade.

-Tomou uma decisão irreversível. 
Mateus tinha muito dinheiro, mas no dia em que Jesus o chamou ele não pensou duas vezes. Abandonou tudo para seguir a Jesus. Mateus abandonou todo o luxo e prazer que o pecado pode proporcionar. Foi uma decisão irreversível. Se os outros apóstolos quisessem desistir do cristianismo e voltar a ser pescadores eles poderiam, mas Mateus não poderia nunca voltar a ser um publicano. Isso me lembra a história do jovem rico, ele perguntou para Jesus o que deveria fazer para segui-lo, Jesus testou esse jovem pedindo para ele abandonar as suas riquezas para segui-lo. Deus não se importa se temos dinheiro, Jesus estava apenas testando aquele jovem para ver se ele estava mesmo decidido por Jesus. Quando o Senhor mandou ele vender tudo o que tinha para dar o dinheiro aos pobres, aquele jovem ficou triste e desistiu. Jesus quer ser o primeiro em nossas vidas, o coração daquele jovem estava em suas riquezas e não em Jesus.

-Existe a necessidade do arrependimento. 
Deus ama o pecador, mas odeia o pecado, Ele quer perdoar os pecados das pessoas, mas só pode fazer isso se houver um arrependimento da parte delas. A fé salvadora é a confiança em Jesus Cristo para o perdão dos pecados e a garantia da vida eterna. Essa fé salvadora vem acompanhada do arrependimento. Está escrito em Isaías 55:6-7: “Buscai aos Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho e o homem maligno os seus pensamentos. Voltem-se para o nosso Deus pois grandioso é em perdoar.” A fé para salvação e o arrependimento caminham juntos, não adianta eu querer seguir a Jesus pensando em viver no pecado . O verdadeiro arrependimento não é um simples remorso, é o ódio pelo pecado praticado e o desejo sincero de abandoná-lo. Mateus não pensou duas vezes, para ele não importava mais o prazer que o pecado podia proporcionar, para ele o mais importante se tornou seguir a Jesus. Seguir a Jesus sem olhar para trás.




II-Deu um banquete para comemorar sua nova vida.v.10 "E aconteceu que, estando ele em casa sentado à mesa, chegaram muitos publicanos e pecadores, e sentaram-se juntamente com Jesus e seus discípulos."
Teve um banquete na casa de Mateus, nesse banquete estavam Jesus e seus discípulos, chegaram também muitos publicanos e pecadores. Jesus não discriminava ninguém, Ele se envolvia com as pessoas, fossem elas ricas ou pobres, justos ou pecadores, homens ou mulheres e a todos falava da Palavra de Deus. A Bíblia é clara em nos falar que todos somos pecadores e precisamos do perdão de Deus.
Jesus não discrimina ninguém, ele quer que todos sejamos salvos, Ele não se isolava das pessoas buscando seus próprios interesses, ele se envolvia com os pecadores e falava para eles sobre a Palavra de Deus, coisa que os Fariseus não suportavam.



III- A crítica dos fariseus.v. 11
"E os fariseus, vendo isto, disseram aos seus discípulos: Por que come o vosso Mestre com os publicanos e pecadores?"

-Quem eram os fariseus? Naquela época assim como hoje, existiam muitas classes religiosas, os fariseus eram uma delas, na verdade eles eram a classe mais influente entre o povo. Eles se consideravam separados, adoravam julgar e condenar as pessoas. Os fariseus acreditavam que eram a nata do povo escolhido, e que só eles eram verdadeiramente fiéis a Deus, eles adoravam se comparar com as pessoas. Os evangelhos dedicam bastante espaço para os fariseus. Cristo teve muito contato com eles e falava deles com freqüência. Os fariseus foram violentamente censurados por Jesus, ele disse:”ai de vós escribas e fariseus hipócritas, porque fechais o reino dos céus diante dos homens, “guias cegos”, raça de víboras  como escapareis da condenação do inferno?”
Os fariseus eram religiosos intolerantes, acreditavam que seus rituais inventados por homens tinham o mesmo valor da Lei de Deus, e condenavam aqueles que não os seguiam. Eles não se relacionavam com pessoas tidas como pecadores. Se achavam mais santos do que todo mundo. Jesus os chamou de sepulcros caiados, por fora ostentavam beleza mas por dentro eram sujos. -

-Devemos tomar cuidado com o farisaísmo. 
Hoje em dia também existe farisaísmo. Tem pessoas que vivem se comparando com as outras, acham que por qualquer motivo são mais santas, adoram apontar os pecados das outras pessoas. A verdadeira santidade não está em se comparar com as outras pessoas, a Bíblia nos ensina que aqueles que se santificam possuem amor, paz alegria, mansidão domínio próprio. O apóstolo Paulo escreveu em Gálatas 6:1... que: “ devemos ajudar aqueles que forem surpreendidos em alguma ofensa com mansidão olhando para nós mesmo para que não sejamos também tentados” Devemos manter a santidade sem esquecer que quem nos justifica é o Senhor, e que o perdão dos pecados não está em apontar o erro do outro, e sim em nos humilharmos diante de Deus para que alcancemos o perdão.

-Intimidade com Deus vai além da religiosidade. 
Deus não quer que sejamos apenas religiosos, Deus quer que tenhamos intimidade com Ele. Não adianta simplesmente eu vir à igreja, e ter um cargo, eu preciso ter intimidade com Deus. A santificação é muito importante, está escrito que sem a santificação ninguém verá o Senhor. Devemos ser puros diante de Deus. Não adianta eu ser puro diante dos homens, é Deus quem me justifica, é Ele que pode me dar a vida eterna. Devemos buscar sempre uma maior intimidade com Deus, isso sim é a verdadeira santidade. Não adiante a pessoa ser crente, tem que de fato entregar a sua vida para o Senhor Jesus, e deixar que Ele a transforme. Aceitar a Jesus não é mudar de religião, é passar a ter Jesus como Senhor de sua vida. Os fariseus não entendiam esse princípio eles não entendiam que a salvação é para todos.




IV- Jesus veio salvar o que se havia perdido. V.12 "Jesus, porém, ouvindo, disse-lhes: Não necessitam de médico os sãos, mas, sim, os doentes"
-Todos somos pecadores 
Está escrito em romanos 3:23: “todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.”
A bíblia é clara em nos afirmar que todos somos pecadores, que precisamos do perdão de Deus. Ninguém pode ser salvo pela própria justiça, todos precisamos do perdão.

-Até os marginalizados podem ser perdoados.
 Muitas pessoas são discriminadas pela sociedade, são rotuladas pela sua forma de vida. Talvez alguém olhe ou olhou pra você falando:"esse não tem mais jeito”,

Mas Deus não vê como vê o homem, o homem te julga pelo que você faz, Deus ama as pessoas e quer mudar a vida delas. Está escrito que há festa no céu quando um pecador se arrepende.
Certo dia, Jesus estava na casa de um fariseu comendo, quando de repente entrou um mulher e começou a lavar os pés de Jesus com perfume e enxugá-los com seus cabelos, os fariseus vendo aquilo criticaram Jesus por ter aceitado ter contato com uma mulher pecadora. Mas Jesus não apenas aceitou a adoração da mulher como perdoou os seus pecados e disse:
a sua fé te salvou”(Lc7:31)

Deus não desiste das pessoas Não importa o que você é ou foi no passado, Deus não desiste de você, Jesus te ama e quer perdoar os seus pecados. Talvez o homem não te valorize, mas Deus valoriza você, Ele deu o próprio Filho para nos salvar, se você não entregou a sua vida para o Senhor Jesus ainda, não perca mais tempo. Faça como Mateus, ele obedeceu ao chamado de Deus, abandonou tudo para seguir a Jesus sem olhar para trás.
O que importa não é quem a pessoa é ou era antes de conhecer a Jesus. O que importa é a pessoa reconhecer o seu pecado, e entregar sua vida para o Senhor Jesus, Não simplesmente
mudar de religião, mas sim passar a viver para Cristo.


"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele."(João 3;16,17)